Amapá receberá 12 mil toneladas de oxigênio para abertura de 30 novos leitos do Hospital Universitário

0
30

O Amapá vai receber 12 mil toneladas de oxigênio do Governo Federal até terça-feira, 23, para abastecer 30 novos leitos do Hospital Universitário (HU). O reforço é resultado de solicitações do Governo do Estado ao Ministério da Saúde, após declarar situação de emergência no enfrentamento ao surto de síndromes respiratórias.

O insumo será usado nos novos 10 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e 20 clínicos do HU que serão abertos a pedido da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

“O abastecimento de oxigênio dentro dos nossos hospitais está normal. Esse navio da Marinha que está chegando com tanques de oxigênio é necessário para que os novos leitos do HU comecem a funcionar. Normalmente demorariam mais de 45 dias para chegar, mas o Pará tinha material disponível para encaminhar. Atualmente, estamos bem estáveis com o nosso estoque, mas já nos prevenimos para qualquer mudança dessa demanda”, explicou a secretária de Saúde, Silvana Vedovelli.

Os tanques de oxigênio foram adquiridos por meio de tratativa do Governo Federal com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), responsável pelo HU. A Ebserh solicitou apoio da Marinha do Brasil na logística de transporte.

“Como se trata de um hospital novo, esta era uma ação já prevista no planejamento de ampliação da unidade, mas que está sendo antecipada para dar apoio à emergência em Saúde Pública do Estado. A iniciativa é uma das etapas essenciais para garantir a abertura de novos leitos buscando responder ao momento de emergência e não tem relação com desabastecimento na rede local”, destacou o ex-ministro da Saúde e atual presidente da Ebserh, Arthur Chioro.

Os tanques saíram do Porto de Belém neste domingo (21) e têm previsão de chegada no Porto de Santana, no Amapá, na terça (23).

Notícia retirada do portal do Governo do Amapá.
Link da matéria no portal do Governo do Amapá

Matéria de Cássia Lima
Fotos de Reprodução

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here