Festa de São Tiago: Governo garante Centro de Atendimento ao Turista em Mazagão e prepara moradores para receber visitantes

0
23

Com 246 anos de história, a Festa de São Tiago faz parte do calendário nacional de eventos do Ministério do Turismo e é uma das maiores manifestações culturais do Amapá. Para impulsionar o turismo durante os festejos, que seguem até 28 de julho, o Governo do Estado garante um Centro de Atendimento ao Turista (CAT) na vila histórica de Mazagão Velho e capacita moradores para receber os visitantes.

Ao longo de 13 dias, a festividade mistura as cerimônias religiosas com cavalaria e teatro a céu aberto, encenado pelos próprios residentes da cidade histórica. Confira aqui a programação.

Centro de Atendimento ao Turista

O Governo do Amapá inaugurou uma unidade do CAT em Mazagão Velho. O local tem o objetivo de garantir um acolhimento de qualidade aos visitantes.

Os Centros de Atendimento ao Turista são idealizados como um espaço seguro e ideal para que a população e o turista busquem informações de forma gratuita sobre os roteiros e atrativos turísticos da cidade, como museus, igrejas, restaurantes, teatros entre outros. No local, também é possível adquirir mapas e folhetos da cidade e dos roteiros que ajudam na hora de escolher seu passeio.

O prédio em que funciona o CAT foi cedido pelo Governo do Amapá à Prefeitura de Mazagão. A estrutura foi destinada à Fundação de Cultura e Turismo do município, a partir da festividade deste ano.

Antes de ser entregue, a estrutura foi revitalizada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf) com investimentos de, aproximadamente, R$ 233 mil, do Governo do Amapá.

Turismo receptivo

Para preparar os profissionais que irão atuar na festividade, a Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e a Secretaria de Estado de Trabalho e Empreendedorismo (Sete), em parceria com o Sebrae, promoveram no sábado, 15, uma oficina de turismo receptivo e atendimento ao turista.

De acordo com a turismóloga, Lara Santos, a oficina teve como foco orientar os empreendedores quanto ao atendimento e na apresentação de suas atividades como forma de atrair o turista.

“A apresentação no atendimento desperta grande interesse na hora de escolher o lugar onde aquele turista vai se hospedar, onde vai comer, onde irá fazer seu passeio ou se alimentar. Tudo conta uma história, o nome do lugar, seu artesanato, um prato típico, que chama e prende a atenção do turista, isso tudo como um bom combo de atendimento fideliza o turista”, explicou Lara.

A empreendedora, Fabiane da Silva, vai atuar pela primeira vez na festividade. Para ela, a oficina é uma oportunidade para divulgar seus produtos, na área de alimentos.

“Aprendi muitas técnicas que quero colocar em prática para atender com muito carinho todos clientes, uma delas foi inserir nosso cantinho nas plataformas digitais de avaliação turística”, disse Fabiane.

Notícia retirada do portal do Governo do Amapá.
Link da matéria no portal do Governo do Amapá
Matéria de Amelline de Queiroz
Fotos de Aog Rocha/GEA e Amelline de Queiroz/GEA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here