Governador afirma: terroristas serão tratados como terroristas.

0
78

Na manhã desta segunda-feira (9), o governador do estado do Amapá, Clécio Luis, reuniu forças de segurança, secretários e imprensa no palácio do governo para discutir medidas de segurança adotatas após ataques terroristas de golpistas, ocorrido no domingo (8) em Brasília.

Durante a reunião, o comandante geral da polícia militar, Coronel Adilton, tranquilizou a população afirmando que não existem indícios de manifestações violentas no estado e que a polícia militar está preparada para qualquer eventualidade. Ele também confirmou que os acampamentos de manifestações golpistas em frente ao prédio do exército, foram desmobilizados.

Para o coronel MontAlverne, secretário interino de segurança pública do GEA, é importante que o monitoramento das comunicações dos golpistas permaneça e as forças de segurança continuem atentas.

O governador do Estado, Clécio Luis, foi taxativo: qualquer tipo de vandalismo será repreendido. “Vamos tratar manifestantes como manifestantes e terroristas como terroristas. Os financiadores desses atos também serão considerados terroristas. A segurança e inteligência do Estado estão monitorando e identificando os responsáveis e serão punidos de acordo”, afirmou Clécio ainda anunciando o envio de 20 agentes de segurança do estado para auxiliar o governo federal em Brasília.

No domingon(8), bolsonaristas radicais invadiram e vandalizaram os prédio do Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Palácio do Planalto, em Brasília. Imagens obtidas pelas redes sociais mostram que os terroristas destruiram equipamentos e obras de artes além de agredir profissionais da imprensa.

Ainda no domingo o ministro Alexandre de Moraes determinou que todos os acampamentos em frente aos prédios de forças militares no país inteiro, fossem desmontados.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here