Governador eleito apresenta resultado dos trabalhos da transição.

0
86

Aconteceu nesta quinta-feira (01) no prédio da Procuradoria Geral do Estado – PGE, mais uma reunião de prestação de contas entre o governador eleito Clécio Luis, a equipe de transição do novo governo e a imprensa.

O encontro serviu para apresentar um panorama preliminar dos trabalhos já realizados pela equipe responsável pela transição até agora, e mostrar uma projeção de gestão e finanças para 2023. A equipe apresentou em números e dividido por setor, uma perspectiva orçamentária para o ano de 2023 e um panorama da situação dos cofres públicos. “Nós estamos descendo para os órgãos, as secretarias, para os segmentos do governo. Temos uma relação excelente entre o governo atual e a equipe de transição do novo governo, que eu repito, não é a equipe de governo ainda. Isso nós só vamos tratar no meio de dezembro, mas, hoje tratamos especificamente de um tema que é o mais importante para o exercício de um mandato, que é o orçamento. Finanças, dívidas e orçamento que nós temos hoje pra fazer uma síntese. É um orçamento de R$ 8,9 bilhões, ajustado, é real, não é nem subdimensionado”, explicou o governador eleito sobre o orçamento do governo.

Clécio assegura que, apesar do orçamento ser deficitário e do Amapá ser um estado pobre, a folha de pagamento por exemplo, sempre está de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. “É uma folha de pagamento de cerca de R$ 3,5 bilhões. Tem uma série de outras questões, mas que também incide em um único bolso, que é o orçamento do Estado”.

O governador eleito ainda afirmou a chegada de R$ 252 milhões ainda esse ano, recurso oriundo de emendas já articuladas pela atual gestão. Clécio explica que obras como o novo Hospital de Emergências, já tem recurso garantido. Também estão previstos para serem alocados para o estado, o valor de R$ 325 milhões, que devem garantir a capacidade de investimento da gestão para manter um ritmo de obras públicas no Amapá.

Sobre a reforma administrativa, Clécio afirmou que secretarias novas serão criadas, como uma para a causa animal e outra para cuidar da Transposição, que deve ganhar uma secretaria extraordinária para auxiliar aproxidamente 40 mil pessoas que aguardam a transposição. Clécio explicou que as pessoas precisam de um atendimento de qualidade: “Não vai ter o aparato administrativo, mas vai ter alguém com o status de secretário e vai uma equipe com espaço digno. Atender as necessidades, ir atrás de documentos, pra fazer tudo pra que a gente possa transpor o maior número possível de servidores”.

Clécio também anunciou a criação da secretaria de relações internacionais e também de uma empresa ou fundação, para administrar as unidades hospitalares do estado. O novo governador explica que, a intenção é facilitar a gestão da saúde e garantir maior qualidade no atendimento ao povo amapaense.

Ele também anunciou a Secretaria Estadual de Assistência Social, responsável pela política de assistência social e outra que vai cuidar de mobilização e de outras questões.

Clécio Luis finalizou anunciando a apresentação do relatório final e composição de governo para o dia 9 de dezembro e reforçando o cumprimento de uma promessa de campanha que é trabalhar de dentro do hospital de emergências no dia 02 de janeiro de 2023. “No dia 2, a manhã inteira deve ser no HE a a tarde no Hospital de Santana. Daí vamos revezando. Vamos viver intensamente a saúde do estado. Falamos o tempo todo que seria nossa prioridade absoluta e não vamos abrir mão disso”, conclui o novo governador do Estado do Amapá.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here