Governo do Amapá capacita professores e pesquisadores sobre captação de recursos públicos para projetos científicos

0
39

O Governo do Amapá faz parte de uma parceria que capacitou cerca de 40 professores e pesquisadores da rede pública de ensino para elaboração de projetos que permitam captar recursos junto a instituições como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O objetivo é incentivar a iniciação científica e a popularização da ciência no estado. 

Ao longo de dois dias, a especialista em Direito Educacional, Gestão e Políticas Públicas Rizalva dos Santos Cardoso ministrou a oficina para os educadores. Ela faz parte do quadro do CNPQ e possui vasta experiência na área de elaboração de projetos para captação de recursos públicos. A oficina encerrou na quarta-feira, 19, na Universidade Federal do Amapá (Unifap) sob coordenação da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec).

Com uma proposta organizacional clara, direta e bem direcionada, as chances de captação de recursos para o desenvolvimento de um projeto científico são multiplicadas, o que favorece a popularização e universalização da ciência, tecnologia e inovação não só nas universidades, faculdades e escolas, mas também na sociedade como um todo.

“Nesta oficina, foram repassados conhecimentos para professores das da educação básica, para ajudá-los na elaboração de projetos de iniciação científica que possam ser submetidos às chamadas públicas do CNPq. Um passo importante para que o estado desenvolva mais pesquisas e projetos”, explicou Rizalva. 

Para o professor de matemática Raimundo Tavares Carvalho, de 61 anos, os conhecimentos adquiridos serão muito importantes para dar prosseguimento a projetos na Escola Estadual Ruth Bezerra, onde ministra aulas.

“Às vezes, a gente perde muita coisa por não saber as fontes para buscar recursos. Mas, com a capacitação que a gente recebeu aqui, percebi as várias oportunidades que eu e os meus alunos podem ter para desenvolver projetos e pesquisas”, ressaltou o participante da oficina.

Para o gestor da Setec, Edivan Barros, a ação fortalece a produção científica no Amapá. 

“Com estes profissionais capacitados, as chances do Amapá captar recursos são multiplicadas, o que consequentemente vai resultar no desenvolvimento de mais pesquisas e estudos científicos no estado, e é exatamente isso que o Governo do Estado busca. Com mais este trabalho, seguimos em frente para tornar o Amapá cada vez mais uma referência na Amazônia”, ressaltou Barros.

Notícia retirada do portal do Governo do Amapá
Link da matéria no portal do Governo do Amapá
Matéria de Kelison Neves
Fotos de Kelison Neves / Setec

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here